PSTC Procopense classificado para segunda fase da Divisão de Acesso

Foi uma primeira fase um tanto esquisita, uma estreia para ser esquecida, a duvida dos torcedores apos um vexame dentro de casa, cinco a um para uma equipe que acabava de chegar da terceira divisão, não era esse o PSTC para se chamar de procopense.

No segundo jogo outra derrota porem esta bem mais compreendida pelos poucos torcedores que ainda teimava em acreditar, dois a um e de virada, equipe do PSTC jogando bem, saiu na frente no marcador e terminou o primeiro tempo vencendo, levou a virada para uma equipe que vinha da primeira divisão, não foi o melhor resultado porem menos ruim que o primeiro.

Já na terceira partida, um empate e enfim o primeiro ponto do campeonato, estreias de jogadores e uma possível viravolta, será?? foi até ali a melhor partida do time, o empate foi contra o Independente São Joseense, na casa do adversário e com um elemento a mais a favor do adversário, o temido piso(Grama artificial), e mesmo assim um zero a zero, pela primeira vez o time sai de campo sem levar gol.

Na quarta partida, a volta para casa, e a péssima lembrança do ultimo jogo disputado ali, mesmo enfrentando o Iraty equipe que vinha com grandes problemas, em campo e fora dele, mas deu pra ver que havia um enorme peso, nas costas de cada jogador e da comissão técnica, dois a zero foi razoável para o torcedor, que esperava por bem mais que isso. Mas para o time foi um alivio vencer a primeira.

Já na quinta rodada, a afirmação na melhoria do desempenho, uma VITÓRIA maiúscula sobre o Nacional de Rolândia, placar de cinco a um, jogando um futebol competitivo e bonito de se ver e convincente. até esta rodada o técnico já contava com todos os seus reforços, e com um bom elenco Reginaldo Vital e comissão, começaram a mostram do que eram capazes.

O calendário mostrava mais duas partidas difíceis e fora de casa, a primeira parada foi em Prudentópolis, PSTC Procopense mostrou-se um time encorpado, capaz de se defender sem abrir mão de sua ofensividade, mesmo passando por dificuldades no inicio dos dois tempos, foi cirúrgico nos contra ataques, e nas belas armações de jogadas, sem dar chances aos donos da casa, veio a vitória de três a zero.

Na sexta rodada mesmo a torcida longe, os bons fluidos já chegavam aos jogadores, isto através das redes sociais, elogios, perguntas e comemoração, era o torcedor voltando a acreditar no time e na possibilidade do acesso. Contra um Paranavaí precisando de pontos, para afastar o fantasma do rebaixamento, o PSTC Procopense confirmava a boa fase, goleou o Paranavaí por quatro a zero, aumentando ainda mais as dificuldades do adversário no campeonato.

Na sétima rodada uma dificuldade a mais, vencer o REC do técnico Sturion, até então Sturion jamais perdeu em Cornélio Procópio, foi uma verdadeira batalha, um PSTC Procopense comprometido com sua filosofia de jogo, e um REC fechado na defesa, um primeiro tempo de poucas chances, e de mita marcação. Vital mexe bem na equipe tira um dos volantes e se lança ao ataque, time reagiu bem as substituições e fez dois a zero no segundo tempo, bateu o REC e derrubou o tabu.

Pra encerrar outra bela partida contra o Batel de Guarapuava, novamente um primeiro tempo de enormes dificuldades, mas novamente Vital tira um coelho da cartola, time joga bem demais o segundo tempo e volta a vencer, outra vês dois a zero.

 

 

This entry was posted in 2019, Campeonato Paranaense Segunda Divisão, Futebol, PSTC Procopense. Bookmark the permalink.
Comente