PSTC Procopense Lider da 1ª Fase da Divisão de Acesso

017No jogo dessa tarde o PSTC não realizou jogo ao nível de outros que acompanhamos. Tomamos um gol logo no início do primeiro tempo, na única descida do Andraus ao ataque e ainda em lance fortuito. Numa rebatida de bola nossa defesa saia e um atacante chamado Carreta, cujo aspecto justifica o nome, em provável impedimento, entrava e estava decretado o resultado parcial.

O PSTC, que iniciara o jogo buscando o ataque, com maior posse de bola, criou algumas chances de gol mas errava passes em demasia e jogava sem objetividade, com dois atacantes de boa estatura mas demasiadamente presos entre os zagueiros adversários. Não ofereciam possibilidades de passe e jogavam, ambos, de costas para o gol, o que limita a possibilidade de qualquer atacante. Faziam o pivô nas raras vezes em que a trama ocorria pelo meio mas sempre erravam o último passe. Pelas laterais não criávamos chances de gol, mesmo tendo um armador jogando na lateral esquerda e com um corredor enorme à frente, sempre mal aproveitado.

Veio a segunda etapa e o Andraus absolutamente retrancado. Ainda assim tiveram uma oportunidade de ampliar o placar, o que seria, mesmo diante das dificuldades do PSTC, totalmente injusto. No tempo derradeiro já não criávamos oportunidades claras de gol e novamente errávamos passes em demasia no meio campo, o que teria sido fatal diante de equipe mais qualificada. Repetimos o estilo da imensa maioria das equipes do futebol brasileiro. Toca-se a bola lateralmente, ocorrem invertidas de bola o tempo todo mas são poucas as jogadas em profundidade, verticais, buscando com qualidade a possibilidade de gol. A grande área adversária muitas vezes parece território proibido pois vários jogadores circulam, se movimentam, se esfalfam, correm o tempo todo mas parece terem pavor de entrar na grande área para tentarem dribles e finalizações. Preferem espaços vazios, e mortos, onde pouco ou nada acontece. Já quase ao final do jogo tivemos o gol de empate do PSTC. Atacante Italo, que entrara na segunda etapa, buscou a linha de fundo e “com a mão” botou a bola na cabela de W. Brenner, que cabeceou sem chances de defesa do bom goleiro adversário

Pela primeira vimos o armador Fauver jogando. Foi muito bem em Paranavaí, nem tanto nessa tarde. Zagueiro Pedrão fez boa apresentação, como esperado. Seguro e de bom passe, formará zaga de respeito comTyron, que hoje cumpriu suspensão. Indio, lateral que hoje atuou como zagueiro fez novamente bom jogo, assim como o meia Rafael, que se apresenta o tempo todo, busca as jogadas, as tabelas pelo meio e não tem receio de chegar na área para tentar finalizações.

Não faltou luta ou empenho. Tem sido assim ao longo do campeonato mas hoje, face diferença de qualidade entre as equipes, a nossa esteve abaixo do esperado. É preciso atenção permanente e redobrada a partir de agora. Foco, conversa entre os jogadores dentro de campo pois parecem falar pouco durante o jogo e fazer valer a melhor campanha. Rumo à Primeira Divisão! Não falta muito!

Ainda falta o Ubirajara Medeiros em condições de jogo. Existem situações absurdas. Essa é uma delas. lamentável. Profundamente lamentável o descaso com o torcedor, com a equipe e com a cidade.

This entry was posted in 2015, Campeonato Paranaense Segunda Divisão, Fotos, Futebol, Paranaense, PSTC Procopense and tagged , , . Bookmark the permalink.
Comente